Categoria: Mundo

Ator Leonardo Vieira diz ter recebido ameaças de morte em rede social por ser gay - baixadanaweb

Ator Leonardo Vieira diz ter recebido ameaças de morte em rede social por ser gay

LISBOA – O ator Leonardo Vieira, que já participou de várias novelas, e atualmente vive em Portugal, denunciou na tarde desta segunda-feira (28), que vem recebendo ameaças de morte através de Instagram, onde mantém uma conta ativa na rede social.

A postagem ocorre no dia em que se comemora o Dia do Orgulho LGBTQIA+. “Estou recebendo, no direct aqui do Instagram, ameaças de morte por ser gay”, disse a imagem publicada pelo ator em sua conta na rede social. Na legenda, ele complementou: “Covardes, enrustidos, infelizes, invejosos e frustrados se escondem atrás do suposto anonimato da internet”, usando hashtags fazendo referência à Polícia Federal e ao crime de homofobia.

O ator disse que vive em Portugal e que é cidadão português e já tinha planos de morar no país, e que acabou tomando a decisão pela mudança com o marido Leandro Fonseca. “Não tenho feito trabalhos como ator por aqui. Não é algo que eu esteja procurando”, relatou Leonardo, que está desempregado no momento.

Ator Leonardo Vieira diz ter recebido ameaças de morte em rede social por ser gay - baixadanaweb
Foto: Reprodução de redes sociais

Leonardo Vieira assumiu sua orientação sexual em 2017, após ter fotos beijando um amigo divulgadas. Em recente entrevista a Patrícia Kogut, ele revelou que a ocasião teve efeitos negativos em sua carreira e vida pessoal.

“Fui arrancado do armário contra a minha vontade e depois disso a minha vida virou de cabeça para baixo. Passei a sofrer ameaças de morte e desde então nunca mais fui chamado para um trabalho”, contou o ator de 52 anos, que atuou pela última vez na novela “Dez Mandamentos” – TV Record.

Com informações de Redes Sociais

TV: Maria Paula Carvalho ex-repórter da Globo celebra três anos em Paris e faz estreia em emissora da França - baixadanaweb

TV: Maria Paula Carvalho ex-repórter da Globo celebra três anos em Paris e faz estreia em emissora da França

PARIS – A jornalista Maria Paula Carvalho, que já foi repórter da TV Globo e âncora da Globo News, deixou o Brasil para morar em Paris. Casada com o empresário francês, Benoit Joseph Chaix, de 53 anos, a jornalista celebra os três ano que mora na Franca, onde trabalha em uma rádio e agora passou a assumir uma bancada na Rádio França Internacional – RFI.

TV: Maria Paula Carvalho ex-repórter da Globo celebra três anos em Paris e faz estreia em emissora da França - baixadanaweb
Foto: Reprodução de Redes Sociais

Hoje Maria Paula trabalha na RFI, que é mantida pelo governo francês, em uma cobertura internacional que é voltada para brasileiros que residente na Europa, além é claro, de assumir a bancada de um dos telejornais na France Média Monde.

“Eu já estava com saudades! Aqui na França a bancada se chama plateau, mas a emoção de trabalhar assim, com essa equipe incrível da RFI Brasil e da nossa parceira France 24, é a mesma de quem passou anos dando bom dia, boa tarde e boa noite nos telejornais do Brasil. Aliás, como diz o ditado popular, encontre uma profissão que você ame e nunca mais terá de trabalhar!”, escreveu ela em seu perfil no Facebook, ao comemorar a nova função.

TV: Maria Paula Carvalho ex-repórter da Globo celebra três anos em Paris e faz estreia em emissora da França - baixadanaweb
Foto: Reprodução de Redes Sociais

Casada com o empresário Benoit Joseph Chaix, de 53 anos, Maria Paula mostra também parte do cotidiano de sua vida na capital mais charmosa do mundo. Não se cansa de mostrar fotos com a Torre Eiffel de coadjuvante e das inusitadas brincadeiras na neve, no último e rigoroso inverno por lá.

Com informações de Redes Sociais e Extra

AO VIVO: Saiba como acompanhar o foguete chinês que cairá na Terra neste final de semana - baixadanaweb

AO VIVO: Saiba como acompanhar o foguete chinês que cairá na Terra neste final de semana

BRASÍLIA – Com muitas incertezas sobre o local e data em que o componente chinês Longa Marcha 5B entrará no planeta Terra, o que se acredita é que essa possibilidade ocorra ainda neste sábado (8). Para acompanhar ao vivo a trajetória do foguete, diversos canais no youtube seguem transmitindo a real localização do foguete chinês.

O foguete batizado de Longa Marcha 5B foi utilizado pelos chineses para colocar em órbita o primeiro módulo da estação espacial Tiangong. O destroço possui 33 metros de comprimento, 5 de diâmetro e cerca de 21 toneladas de massa – um tamanho bem maior e mais pesado se comparado com a grande maioria de objetos que costumam reentrar na atmosfera da Terra.

Com informações do Youtube

Futebol: Neymar renova contrato com o Paris Saint-Germain até 2025

PARIS – O Paris Saint-Germain, divulgou na manhã deste sábado (8), que o atacante brasileiro Neymar renovou contrato com o clube até 2025. A notícia passou repercutir nos principais veículos especializados em fuebol.

O jogador de 29 anos, contratado pelo PSG em 2017 do clube espanhol Barcelona por 222 milhões de euros (aproximadamente R$ 1,5 bilhão), recorde do mercado de transferências, assinou um acordo que, segundo a imprensa francesa, lhe dará um salário anual de 30 milhões de euros (cerca de R$ 191 milhões).

Neymar afirmou que queria sair do PSG em 2019, com matérias dizendo que estaria com vontade de voltar ao Barcelona, mas ele ficou em Paris e ajudou o PSG a chegar à final da Liga dos Campeões na temporada passada.

“Estou muito feliz, muito contente por estar renovando com o Paris”, disse Neymar ao site do PSG. “A verdade é que a felicidade é grande por ficar mais anos aqui, por participar do projeto do clube, por ir em busca de títulos, do nosso maior sonho que é a Champions League.”

O PSG gastou cerca de 1,3 bilhão de euros em novos jogadores desde que foi comprado pela Qatar Sports Investments (QSI), antes da temporada 2011/12, e venceu sete dos últimos nove títulos do Campeonato Francês.

“O centro de gravidade do nosso ambicioso plano de crescimento do PSG está no coração, no talento e no envolvimento total dos nossos jogadores”, afirmou o presidente do PSG, Nasser al-Khelaifi. “Estamos muito felizes em vê-lo continuar a fazer parte do nosso projeto e ao nosso lado por muitos anos a mais.”

Com informações da Agência Brasil

China diz que pretende trabalhar com o Brasil para promover parceria estratégica

BRASÍLIA – A Agência Brasil, informou que o conselheiro de Estado e ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, disse neste sábado (10) que a China quer trabalhar com o Brasil para promover sua parceria estratégica abrangente a fim de continuar fazendo novo progresso.

Wang fez o comentário em uma conversa por telefone com Carlos Alberto Franco França, ministro das Relações Exteriores do Brasil.

Ao parabenizar França por sua nomeação como ministro das Relações Exteriores, Wang disse que como grandes países em desenvolvimento, representantes das economias emergentes e parceiros no Brics, a China e o Brasil são forças importantes impulsionando a multipolarização do mundo e compartilhando interesses comuns extensivos e estreitos.

A China, segundo Wang, sempre valoriza e desenvolve as relações com o Brasil de uma perspectiva estratégica de longo prazo, colocando o Brasil em uma das direções de prioridade para seus laços estrangeiros.

Após o surto da pandemia da covid-19, a China e o Brasil têm combatido a pandemia com solidariedade e superado as dificuldades juntamente. Apesar da tendência adversa, a cooperação pragmática tem crescido, com progresso estável em muitos projetos grandes, o que reflete completamente a forte resiliência da cooperação dos dois países, disse Wang.

Ao indicar que o vírus é o inimigo comum da humanidade, Wang disse que atualmente a pandemia no Brasil e outros países na América Latina está ainda muito severa.

A China se compadece com o Brasil e apoia firmemente os esforços do governo brasileiro para conter a pandemia e restaurar sua economia, disse Wang, acrescentando que a China, dentro de sua capacidade, quer continuar com a cooperação de vacina com o Brasil para satisfazer sua necessidade urgente.

Ele disse que as economias da China e do Brasil têm vantagens complementares óbvias e grande potencial de crescimento, e que a cooperação é de interesse fundamental dos dois países e povos.

Os dois lados devem promover o crescimento estável do comércio bilateral e expandir ativamente a cooperação em 5G, economia digital, inteligência artificial e outras áreas. Acredita-se que o Brasil fornecerá um ambiente de negócio justo e aberto para as empresas chinesas operando no país, disse Wang.

Ao destacar que a China e o Brasil buscam políticas estrangeiras independentes e respeitam a soberania e integridade territorial um do outro, Wang pediu que os dois países continuem a se entender e a se apoiar nos assuntos relacionados com seus interesses fundamentais respectivos.

Mirando a nenhum terceiro lado, a cooperação China-América Latina se foca no desenvolvimento comum e cooperação pragmática, o que satisfaz as necessidades dos dois lados, disse Wang, indicando que o Brasil desempenhará um papel importante e ativo nesse respeito.

Por sua parte, França, que agradeceu a Wang os parabéns, assinalou que as relações Brasil-China são de grande significado estratégico e que os dois países têm feito cooperação saudável em várias áreas.

O chanceler brasileiro acredita que a conversa telefônica injetará ímpeto na cooperação bilateral.

O Brasil espera desenvolver ainda mais as relações harmoniosas com a China e realizar a cooperação a longo prazo, disse Franca, sugerindo que os dois países façam uso completo e melhorem os existentes canais de comunicação e mecanismos de cooperação bilateral, fortalecem seu diálogo estratégico e continuem a aprofundar suas relações.

Ao agradecer à China sua ajuda generosa ao Brasil desde o surto da pandemia, França lembrou que a China é um produtor importante de matérias-primas farmacêuticas no mundo.

Indicando que o Brasil está em necessidade urgente de vacinas e suprimentos médicos na luta contra a pandemia, França disse que seu país espera contínuo suporte forte da China.

A cooperação científica e tecnológica é de grande significado aos dois países, e o Brasil quer fortalecer a cooperação com a China nas áreas como a economia digital e 5G, e manter a comunicação estreita com a China na promoção da cooperação China-América Latina, acrescentou França.

Com informações do Agência Brasil

Argentina analisa barrar exportação de carnes devido alto do preço

BUENOS AIRES – O governo argentino, informou através da secretária de Comércio Interior da Argentina, Paula Español, nesta sexta-feira (9) à Radio Con Vos que o governo federal não vai hesitar se tiver que suspender as exportações de carne, caso os preços do produto no mercado interno continuarem aumentando. Citando especulações de mercado, ela disse que “se continuarmos a ver esse tipo de comportamento, nosso pulso não vai tremer no que diz respeito ao fechamento das exportações de carnes”.

Foto: Divulgação

Em meio ao tom mais agressivo, Paula Español, acabou baixando o tom, tentando amenizar a crise financeira do país, e disse que o governo argentino segue analisando a opção, entre outras, como aumentar imposto de exportação.

O governo do presidente Alberto Fernández tem feito diversos acordos com setores produtivos argentinos desde o começo da pandemia para evitar uma escalada de preços ainda mais forte, inclusive com o setor de carnes. A inflação de alimentos no país está em torno de 3 e 4% ao mês nos primeiros meses de 2021.

Foto: Divulgação

Com o aumento do preço e a perda do poder de compra dos argentinos, o consumo de carne bovina no país no primeiro trimestre foi o mais baixo desde 2003, segundo a Câmara de Indústria e Comércio de Carnes.

Com informações de Agências Internacionais

Portugal mantém a suspensão de voos do Brasil e da Grã-Bretanha

BRASÍLIA E LISBOA – Portugal prorrogou nesta segunda-feira (29) uma suspensão dos voos de e para o Brasil e a Grã-Bretanha até 15 de abril, sendo permitidos apenas voos humanitários e de repatriamento, disse o Ministério da Administração Interna português em comunicado.

Foto: Tânia Rêgo – Agência Brasil – Divulgação

O país, que até agora relatou 16.837 mortes e 820.407 casos de covid-19, suspendeu os voos de e para o Brasil e o Reino Unido em janeiro para evitar a propagação de variantes do coronavírus.

A nova variante, inicialmente descoberta na Grã-Bretanha, foi parcialmente responsável por um aumento devastador no número de casos no início de 2021, colocando os hospitais sob forte tensão. A situação melhorou drasticamente desde então.

Os passageiros autorizados a regressar a Portugal, provenientes da Grã-Bretanha ou do Brasil, bem como da África do Sul, têm de apresentar teste negativo realizado no máximo 72 horas antes da partida e de quarentena durante 14 dias.

Foto: Divulgação

Está agora em vigor plano para aliviar gradualmente um bloqueio nacional imposto em 15 de janeiro para enfrentar o que então era o pior surto de covid-19 do mundo, mas as autoridades disseram que dariam um passo atrás se necessário.

Com informações da Agência Brasil e Agência Luso

Israel: Ernesto Araújo defende parceria tecnológica contra a covid

JERUSALÉM – A Agência Brasil, informou que o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, defendeu neste domingo (7) que o Brasil feche parcerias com Israel para o desenvolvimento de vacinas e remédios para combater a pandemia da covid-19.

Em pronunciamento após reunião com o chanceler israelense Gabi Ashkenazi, primeiro compromisso oficial da comitiva brasileira que embarcou ontem (6) rumo ao país do Oriente Médio, Araújo reconheceu que Israel “dá exemplo de vacinação” e está “liderando o caminho no combate à pandemia”.

“Queremos ser parceiros no desenvolvimento de vacinas e de remédios que possam tanto tratar como prevenir contra a covid”, disse Araújo. Ele disse que o Brasil “tem iniciativas interessantes” na área, sem dar mais detalhes.

Em sua fala, o chanceler israelense disse estar ciente do momento difícil pelo qual passa o Brasil em relação à pandemia, e disse que seu país “fará todo o possível” para ajudar. Israel é líder mundial em vacinação, já tendo vacinado ao menos metade da população com o imunizante da Pfizer/BioNtech.

Os dois chanceleres também discutiram outros assuntos, entre os quais o combate ao terrorismo. “Por muito tempo foi muito mais uma questão de somente dizer que repudiamos o terrorismo. Agora queremos agir contra ele, e não fingir que não existe em nossa região”, disse Araújo.

Agenda em Israel

De acordo com o Itamaraty, o ministro das Relações Exteriores brasileiro deve se reunir amanhã (8) com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

Estão previstos encontros da comitiva brasileira com dirigentes do Centro Médico Sourasky (conhecido como Hospital Ichilov), que estuda a eficácia do spray nasal EXO-CD 24 contra a covid-19. O interesse do Brasil pelo tratamento foi divulgado pelo presidente Jair Bolsonaro no mês passado.   

Há encontros previstos também com representantes do Instituto Weizman de Ciência, que estuda o desenvolvimento de vacinas contra a covid-19, e do Centro de Pesquisa do Hospital Hadassah, que estuda o uso do medicamento Allocetra no tratamento da doença.

Integram a comitiva o secretário especial de Comunicação Social, Fábio Wajngarten; o assessor especial da Presidência Filipe Martins; os deputados Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e Hélio Lopes (PSL-RJ); o embaixador Kenneth Félix Haczynski da Nóbrega; o secretário de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde, Hélio Angotti Neto; e o secretário de Políticas de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério da Ciência e Tecnologia, Marcelo Marcos Morales.

Com informações da Agência Brasil

Polícia Civil prende traficante de armas no Paraguai em ação conjunta

RIO – O Governo do Rio de Janeiro, informou que policiais da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos – DESARME em ação conjunta com a Secretaria Nacional Antidrogas – SENAD, do Paraguai, prenderam neste sábado (13/02), um narcotraficante e traficante de armas na cidade de San Bernardinho, no Paraguai.  Na operação conjunta foram apreendidas anotações que servirão como dados para a continuidade das investigações.

Foto: Divulgação

O criminoso, de acordo com as investigações, é responsável pelo envio de armamento para o Brasil. Ele recebia no Paraguai,  armamento  oriundo de países como dos EUA, de Israel, da Europa, da China e até mesmo da Austrália. Do país vizinho, ele envia esse material bélico para vários estados do Brasil, inclusive, para o Rio de Janeiro.

A prisão do traficante de armas aconteceu após trabalho de investigação e inteligência da especializada. Segundo as investigações ele remetia regularmente armas para comunidades do Rio.

O criminoso, de acordo com as investigações, ainda não é muito conhecido no Rio de Janeiro, mas é líder de uma nova facção criminosa ligada a maior facção de São Paulo. O acusado também tem ligações com um criminoso carioca ligado ao Complexo do Alemão, que está foragido da justiça e se encontra escondido no Paraguai.

A  ação foi desencadeada em duas mansões em  dois endereços ligados a ele no Paraguai. Um outro traficante de armas, também procurado, conseguiu fugir.

Com informações do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Bolsonaro diz que insumos da CoronaVac chegarão nos próximos dias

BRASÍLIA – O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na tarde desta segunda-feira (25), que os insumos necessários para a fabricação da vacina CoronaVac estão próximos da liberação pela China e devem chegar ao Brasil “nos próximos dias”. A informação, segundo o presidente, foi repassada pela Embaixada do país asiático. 

Além dos insumos da CoronaVac, o presidente disse que os ingredientes farmacêuticos ativos (IFA) da outra vacina em uso no Brasil, a produzida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford, também estão com trâmite acelerado para que possam ser enviados da China. 

Com a chegada da matéria-prima das duas vacinas, tanto o Instituto Butantan quanto a Fundação Oswaldo Cruz poderão produzir, envasar e rotular milhões de doses da CoronaVac e do imunizante da AstraZeneca.  

Também pelas redes sociais, o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, compartilhou a publicação de Bolsonaro e destacou que o seu país continuará a ajudar o Brasil no combate à pandemia.

Nos últimos dias, em um esforço diplomático, ministros do governo se reuniram com o embaixador para tentar acelerar a liberação dos insumos, que tinham previsão de entrega no início do mês, mas ficaram retidos no país asiático. Segundo o presidente brasileiro, na sua live semanal transmitida na semana passada, o atraso no envio é uma questão apenas burocrática da China e não teria vinculação com a relação bilateral entre os países.  

Segundo o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, a primeira remessa de insumos da China deve chegar ao Brasil até o final desta semana. “A previsão de chegada dos insumos no Brasil é até o final dessa semana, garantindo com isso a continuidade da fabricação e distribuição das vacinas”, afirmou em um vídeo postado nas redes sociais pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria.

Com informações da Agência Brasil